Educação para a Cidadania

icone-aro-OQueÉ2               Educação para a Cidadania

A leitura do mundo é fundamental para constituir sujeitos, aptos à inserção e à participação social. Lendo o mundo, a criança, o jovem e o adulto podem compreender a função e a dinâmica das instituições sociais. Somente desta forma, é possível contribuir, efetivamente, para a reconfiguração das relações entre Estado e Sociedade Civil, tão urgente em nosso país.

Conhecer e compreender é a base da cidadania ativa, que permite uma atitude colaborativa e autônoma, que transforma a mera indignação em força, motivação e ação organizada visando tempos melhores. É o que precisamos! É o que queremos!

Os temas que o Campinas Que Queremos se propõe a trabalhar, vão desde ações simples do nosso dia a dia e que impactam na coletividade, como a economia de água, de energia, comportamentos no trânsito, até temas mais elaborados como as leis de orçamento, o funcionamento do poder público, direitos e deveres do cidadão (temas já disponíveis).

Nossas ações são preparadas por especialistas na área da educação e divulgadas no nosso site, em palestras e oficinas, e em ações em escolas, empresas e com parceiros.

O Que É

  Definir termos, compartilhar conceitos são práticas fundamentais para a comunicação e compreensão. Neste espaço, que intitulamos: O que é?, procuramos atender essa necessidade de comunicação e de compreensão. A primeira definição é de Educação Cidadã, que tomamos de Castilho e Osório (1997, p.63, apud PONTUAL, 2005):

A educação cidadã deve contribuir ao desenvolvimento de estratégias cidadãs de intervenção nas agendas públicas e à capacitação para o lobbing cidadão; às ações de interesse público e à geração de movimentos cidadãos eficientes e criativos, capazes de trabalhar como redes de atores sociais. De igual modo deve promover a apropriação crítica dos temas emergentes da cidadania, especialmente dos relacionados com a justiça, de gênero, as relações interculturais e intergeneracionais, o empoderamento do cidadão e controle social do governo das cidades e das regiões.

A definição explica o porquê ela é tão importante e é apresentada no Campinas Que Queremos. Refletimos, aqui, sobre como a Educação cidadã é a base para a transformação. Um exemplo de ação de interesse público é campanha realizada pela Controladoria Geral da União chamando atenção da população para importância de se dizer não às “pequenas corrupções”. Muitas outras ações precisam ser socializadas e criadas para superar as profundas desigualdades e injustiças oriundas da falta de educação cidadã. Esse é o compromisso do Campinas Que Queremos.

 CGU-transgressões-corrupções

 A primeira ação voltada para a Educação Cidadã que estamos desenvolvendo é a série de Objetos de Aprendizagem Digital, denominados “O Que É?” que publicamos em nosso website.

Referência

PONTUAL, Pedro. Educação popular e democratização das estruturas políticas e espaços públicos. In: Educação popular na América Latina: desafios e perspectivas. Brasília: UNESCO, MEC, CEAAL, 2005.